Sermões do Pastor Bullón em vídeo

RETÉM A INSTRUÇÃO

sábado, 25 de fevereiro de 2017

 


Retém a instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida. Prov. 4:13


Aquele dia podia ter sido o último de minha vida. Pela  graça divina havia uma árvore que crescia no barranco do rio e  segurei-me num galho. Foi uma luta desesperada. Estava cansado, quase sem forças mas sabia que se soltasse o galho a correnteza me levaria em direção da morte.

Deus usou um grupo de jovens índios para me salvar. Deus sempre está pronto a auxiliar o filho que não tem mais forças. Nunca esqueça disso.

Ao escrever a meditação de hoje, lembrei-me desse incidente por uma razão. No hebraico, a palavra hachazel, significa literalmente “segurar com força”.

O texto afirma que a vida é um constante enfrentar perigos e que, a árvore salvadora é a instrução divina. “Retém a instrução e não a largues”, é o conselho do sábio. Embora você sinta que não tem forças, apesar de achar que não funciona, mesmo quando todo mundo o considere ingênuo por acreditar num livro tão antigo,  retenha a instrução e não a largue, porque disso depende a sua vida.

Não é fácil acreditar nos conselhos bíblicos, quando se vive num mundo racionalista como o nosso. As pessoas buscam desesperadamente uma filosofia de vida que apóie a liberdade dos instintos, mas estes não são confiáveis, precisam ser direcionados e o instrumento que Deus tem para isso é chamado de instrução.

A instrução divina não está limitada pelo tempo nem pela cultura. Os princípios da honestidade, fidelidade, verdade, respeito pela vida e outros, são eternos e imutáveis. Mas como respeitar esses princípios num mundo em que honestidade é sinônimo de tolice e fidelidade é confundida com ingenuidade? Como defender a verdade numa sociedade governada pela mentira e onde tudo é relativo?

Mas Salomão apresenta esses princípios como a árvore salvadora na encosta do rio. Você precisa se agarrar dela com todas as suas forças, se não quiser ser arrastado pela correnteza de uma vida sem sustância. 

Atreva-se a ser diferente, defenda os seus valores e hoje, antes de iniciar ass suas atividades, repita várias vezes o conselho bíblico: “Retém a instrução e não a largues, guarda-a porque ela é a tua vida.”